Iscriviti a Gipsyexpress
Ricevi i nuovi articoli via email:
GIPSYGADGET
GIPSYGADGET

Per richiedere i gadget Gipsyexpress, manda un'email a/Write me for the gadgets/Para solicitar os gadgets mande um email:
peps_88@yahoo.it

Commenti recenti

Brasil mãe adotiva

O Brasil visto de fora é o paraíso.
Quando se pensa neste país três são as coisas que logo chegam na cabeça: a “fica” (no sentido italiano), o Carnaval e a praia (praia quer dizer Havaianas + coco + uma fica morena). Isso é o Brasil visto de fora.
O turista que fica aqui alguns dias, ou semanas, percebe essa terra como um lugar paradisíaco onde se pode passar as férias com a própria moeda, quatro ou cinco vezes maior do que a local. Isso é fantástico, não é?
Eu, pelo contrário, queria explicar nos meus limites gramaticais, porquê este país é lindo e quais são os verdadeiros valores que fazem dele um país que sempre vai ficar no coração.
Primeiramente, viver aqui como um simples cidadão não é fácil. Isso mesmo, não é fácil. Vários são os problemas que este povo, ou melhor, quem deveria governá-lo, tem que enfrentar; saúde, escola pública, segurança (per l’amor di Dio!), corrupção, estes são apenas alguns dos problemas cotidianos que devem ser resolvidos. Ou seja, são as bases da convivência social, se falta ou simplesmente não funciona corretamente um deles, as coisas se complicam. A vida do dia a dia se complica.
O que acontece quando as organizações públicas não funcionam como deveriam? Entra em jogo o privado. Organizações privadas controlam respectivamente saúde, escolas, faculdades, vários contratos de obras, isso gera privatização, que significa pagar um preço mais alto por um serviço.
Todos os meses são taxas extras para pagar.
O salário mínimo aqui, se não me engano, é de 800 reais. Sabe o que faz uma pessoa com 800 reais por mês? Deixo a resposta a vocês, porque eu ainda sou italiano e não sei de nada.
Outro assunto: as crianças. Como podemos deixa-las crescerem se as escolas públicas são fracas? Como podem virar cidadãos honestos se o exemplo de quem está la “em cima” é todo o contrário da honestidade?. O problema é delicado mesmo.
Vocês me questionam: “isso porque você está aqui apenas ha um ano, imagine nós?!
Além de tudo isso, que tomara um dia seja resolvido sobretudo pelas crianças que nasceram nesta época difícil, o Brasil é uma “Mamma”.
Atrás deste vidro sujo, o Brasil tem uma história muito importante pra contar, feita de luta cotidiana, humildade e sacrifício para alcançar um objetivo, com as poucas possibilidades a disposição.
Eu aprendi muitas coisas que somente aqui podia encontrar. Morando e vivendo com vocês; solidariedade, ajuda, hospitalidade, uma Fé nunca vista antes, um sorriso nunca perdido apesar dos problemas, a constância em cair e se levantar cotidianamente.
Juro, eu nunca vou esquecer a frase que vocês sempre falam “vamos dar um jeito”. Eu fiz disso uma filosofia de vida que “roubei” de vocês; tudo se vai resolver com Fé, força de vontade e a calma que somente um brasileiro possui.
O que este país me ensinou e me mudou foi em particular nos valores, coisas que estão “dentro” e que se ensinam dia a dia, ou melhor, que eu aprendi dia a dia. Aprendi com as crianças e com os jovens sem esquecer os idosos (que eu particularmente gosto).
Nunca me senti sozinho, mas sempre parte de uma família, nunca tive medo, mas sempre coragem, nunca cai e fiquei no chão sem me levantar.
A coisa melhor que pude resumir neste meu pensamento, está numa pergunta de um formulário da prova de proficiência da língua portuguesa que fiz em Abril. Estava escrito assim: “Você está no Brasil sozinho?
Eu respondi sem nem pensar duas vezes: “tenho uma noiva, muitos amigos e várias famílias. Claro que não estou!
Antes de terminar eu gostaria de agradecer a todos vocês, meu primo que me trouxe aqui, a pessoa e as pessoas que amo, os Amigos que me ajudaram, meus alunos de italiano, as crianças (motor do mundo) e o bairro no qual moro (onde problemas e sonhos são recebidos mais sensivelmente).
De qualquer forma, lá fora podem continuar pensando nesta terra como as três coisas no começo citadas, pra mim NÃO é isso. Mas são coisas que não se explicam com palavras, se vivem na pele.
PS: se tudo der certo, um dia receberei minha cidadania brasileira e aquele dia será com muito orgulho e honra.

TAMO JUNTO!
com gratidão, o Gringo

VAI ALLE FOTO/VEJAM AS FOTOS

Facebook
Facebook
INSTAGRAM
No Comments

Post A Comment

Facebook
Facebook
INSTAGRAM